Por proposição de Alan Guedes, Câmara realiza sessão solene para celebrar 30 anos do Lar Ebenezer

23/11/2018 07h35 - Por: Assessoria

 
A sessão solene, de proposição de Alan Guedes, acontece nesta quarta-feira (28) (Foto: Divulgação) A sessão solene, de proposição de Alan Guedes, acontece nesta quarta-feira (28) (Foto: Divulgação)

Na próxima quarta-feira (28), a Câmara Municipal de Dourados realizará uma sessão solene para celebrar os 30 anos de trabalho do Lar Ebenezer Hilda Maria Correa, que acolhe meninas em situações de risco.

A proposição é do vereador Alan Guedes (DEM). Ele destaca que o local desenvolve "um lindo e fundamental" papel no acolhimento de meninas vítimas de violência, em situação de risco e em vulnerabilidade social. "Entidades como esta atuam, muitas vezes, em áreas onde o estado, por diversas razões, não consegue efetivamente entregar soluções. Por isso é muito importante que o poder público incentive, reconheça o valor e ajude a financiar entidade sérias como o Lar Ebenezer". Hoje o Lar é presidido pelo advogado Adalto Veronesi.

A sessão solene terá início às 19h e haverá uma série de homenagens a empresas e pessoas que contribuem com as atividades desenvolvidas pelo Lar. Toda a comunidade está convidada.

Também está em andamento a campanha "Lar Ebenezer 30 anos, doe 30 reais", que tem o objetiva de angariar fundos para o cumprimento das obrigações da entidade. Os interessados em ajudar podem realizar depósito na Caixa Econômica Federal, ag. 2052, operação 03, conta 164—7.

Emenda Impositiva O vereador Alan Guedes ainda destinou ao Lar Ebenezer uma emenda impositiva para o exercício de 2019, com a finalidade de aquisição de equipamentos ou materiais permanentes. "A emenda impositiva materializa o mandato. Poder apoiar desta forma o Lar Ebenzer, além do CEIA (Centro de Integração do Adolescente), do Lar do Idoso e da APAE (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais) de Dourados. São entidades que fazem a diferença no atendimento socioassistencial do município e merecem todo apoio do meu mandato", finaliza.