Para Madson, alterações no PCCR prejudicam servidores públicos de Dourados

09/10/2017 12h13 - Por: Assessoria

 
Madson acredita que as alterações trarão prejuízos aos servidores (Foto: Divulgação) Madson acredita que as alterações trarão prejuízos aos servidores (Foto: Divulgação)

O vereador Madson Valente (DEM) vem acompanhando a luta dos funcionários públicos de Dourados frente às "investidas agressivas do governo municipal" com relação a retirada de direitos conquistados. Ele é contra a proposta de Lei Complementar nº 21/2017, que indica alterações no PCCR (Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração) dos servidores municipais.

Para Madson, Dourados está vivendo tempos diferentes, visto que as mobilizações dos funcionários estão sendo constantes, para garantir que não percam suas conquistas.

"Vejo tudo isso como retrocesso, pois o maior patrimônio da prefeitura são seus funcionários e, para isso se torna necessário, a manutenção de estímulos para suas carreiras. Não se pode ceifar o direito destes de progredirem", afirmou Madson.

O vereador considera que a gestão municipal está visivelmente perdida. "São várias situações que levaram o município para esta incômoda realidade, principalmente a falta de adequação ao momento econômico do país, falta de reforma administrativa, ausência de planejamento, contratações de servidores através da secretaria de Educação com cedência para outros órgãos, números exagerados de cargos de confiança e também serviços contratualizados que poderiam ser melhor avaliados", finalizou.

Foi realizada na última sexta-feira (6) uma audiência pública para debater, junto com dirigentes sindicais e vereadores, as alterações do PCCR. A Comissão de Justiça, Legislação e Redação se reunirá hoje (9) para decidir se o projeto será incluído na pauta da sessão ordinária.