Para evitar acidentes, Ramim pede faixa exclusiva para motos nos semáforos

05/09/2018 08h03 - Por: Assessoria

 
Avenida Ernesto Geisel foi a primeira a receber a faixa exclusiva para motos em 2015; Bons resultados levaram Ramim a solicitar sua implantação em Dourados
(Foto: Marcos Ermínio/CG News) Avenida Ernesto Geisel foi a primeira a receber a faixa exclusiva para motos em 2015; Bons resultados levaram Ramim a solicitar sua implantação em Dourados
(Foto: Marcos Ermínio/CG News)

O trânsito de Dourados poderá ter faixa de retenção exclusiva para motos, caso a prefeitura atenda a solicitação do vereador Romualdo Ramim (PDT), feita na sessão desta terça-feira (04). A faixa consiste em delimitar uma área nos semáforos, após a faixa de pedestres, estritamente para motos, nas principais ruas e avenidas de Dourados.

Com uma sinalização horizontal de 2,5 a 5 metros, a faixa vai dar prioridade aos motociclistas e aos ciclistas na abertura do sinal, permitindo que eles possam partir antes dos outros veículos quando o semáforo abrir, acabando com as ultrapassagens arriscadas.

Em Campo Grande já existem faixas exclusivas para motos desde o ano de 2015, quando foram implantadas inicialmente na Avenida Ernesto Geisel e logo após, na Mato Grosso.

No Brasil, a sinalização já foi implantada em diversos Municípios de Minas Gerais e São Paulo. A faixa foi utilizada pela primeira vez na Espanha, em 2008, em Barcelona e Madri.

"Em agosto do ano passado já havíamos feito esta solicitação à Agetran [Agência Municipal de Transportes e Trânsito] e agora reiteramos este pedido, considerando os excelentes resultados que estas faixas estão trazendo na Capital. A cada ano a frota de veículos aumenta significativamente em Dourados e precisamos organizar cada vez o nosso trânsito para evitar acidentes", explicou Ramim.

Ao fazer a solicitação, Ramim se baseou na resolução nº 5550/2015 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), que permite a implantação dessa sinalização em caráter experimental.

A faixa de retenção também permite mais conforto para os automóveis, uma vez que elimina a aglomeração de motos ao lado dos carros e a disputa pelo espaço. Consideradas um meio de transporte vulnerável, as motocicletas são os veículos que mais se envolvem em acidentes de trânsito.

"Por ser novidade, orientamos ainda que a Agetran, após implantar as faixas, faça uma campanha de conscientização aos motoristas nos locais, para informar sobre a mudança e assim garantir que todos respeitem a nova sinalização, criando um ambiente harmonioso no nosso trânsito", finalizou o vereador.