Na semana do Índio, vereador Junior Rodrigues aponta realidade vivida nas reservas de Dourados

Em alusão ao Dia do Índio, comemorado em 19 de abril, o vereador Junior Rodrigues (PR) enalteceu o trabalho realizado nas aldeias de Dourados. Mas, mesmo com as conquistas, ele também apontou as dificuldades passadas pela população indígena.

O vereador apontou que a cultura dos povos indígenas vem mudando com o passar do tempo, como a conquista da educação, saúde e outras necessidades básicas, como eletricidade e água encanada.

Porém Junior ressaltou que, mesmo com os avanços apresentados, os indígenas ainda sofrem com preconceito e falta de atenção, por parte do poder público. "Apesar de tudo isso que possuem, eles acabaram sendo deixados de lado. Por isso muitas dos serviços, que seriam de necessidade básica, ainda são muito precários", lembrou.

O vereador ainda destacou que a integração com uma cultura diferente tem enfraquecido os seus costumes. "Eles tentam manter seus costumes, tradições e sua língua nativa, porém também se rendem aos avanços tecnológicos, como, por exemplo, os maquinários para plantio e colheita. Ao contrário do que muitos imaginam, os índios vivem da agricultura e da pecuária", comentou.

Estas transformações, segundo o vereador, têm criado várias situações e consequências, como o envolvimento com o tráfico de drogas, problema que recentemente assola as aldeias de Dourados.

Por fim, Junior ressaltou a importância da comemoração do Dia do Índio, para que sua cultura não seja dissipada, com isso afirma que o poder público deve dar mais atenção à população. "O índio precisou aprender a viver os costumes do "branco", sem ser "branco", e lutar para não deixar de ser índio", frisou o vereador.

 
Vereador apontou problemas vividos pelos indígenas (Foto: Divulgação) Vereador apontou problemas vividos pelos indígenas (Foto: Divulgação)