Marçal pede mutirão de limpeza de bueiros para evitar alagamentos

20/11/2018 08h25 - Por: Assessoria

 
Vereador propôs projeto de lei de 'bueiros inteligentes’ para Dourados (Foto: Thiago Morais) Vereador propôs projeto de lei de 'bueiros inteligentes’ para Dourados (Foto: Thiago Morais)

O vereador Marçal Filho (PSDB) pede que a Prefeitura de Dourados faça um mutirão para limpeza nos bueiros da cidade. A forte chuva registrada na sexta-feira causou alagamento em vários bairros e o terminal rodoviário voltou a ser invadido pela água. Para o vereador, é necessária uma força-tarefa para evitar mais transtornos à população.

Os 24 milímetros de chuva num período de 30 minutos, conforme registro da Embrapa Agropecuária Oeste de Dourados, causou alagamento em vários pontos da cidade e provocou lentidão no trânsito. Por causa do período chuvoso, comum nessa época do ano, medidas de precauções podem amenizar o problema, segundo o vereador, começando com a limpeza dos bueiros.

A forte chuva do fim de semana também voltou a alagar o principal túnel de acesso ao Parque das Nações II. Alguns bairros da cidade, por estarem em regiões mais baixas, recebem a enxurrada de outras vilas e sofrem com a forte água que chega a invadir residências, como Estrela Verá, João Paulo II, Jardim Pantanal, Jardim Márcia. Até mesmo o distrito de Indápolis foi atingido com a forte chuva e registrou casas alagadas.

Bueiros com problemas causam ainda danos na malha asfáltica. Na rua André Gomes, região do Grande Água Boa, parte do asfalto foi levado pela força da enxurrada. Grande parte dos bueiros acaba sendo obstruídos com terra, folhas de árvores e os mais diferentes tipos de lixo.

Para amenizar este problema, Marçal Filho propôs na Câmara de Vereadores Projeto de Lei que prevê a implantação de cestos coletores de detritos nos bueiros em Dourados. A medida tem como proposta atender os novos loteamentos e empreendimentos imobiliários que surgirem na cidade, no entanto, a ideia pode ser ampliada para os demais bairros, região central e distritos.

Conhecidos como ‘bueiros inteligentes’, os cestos coletores funcionam como um filtro e facilitam o trabalho de remoção e limpeza do lixo que fica acumulado. Ele evita que resíduos sólidos entrem no sistema de drenagem e venham a poluir o corpo receptor que recebe a água de chuva. A adoção desse sistema pode ser uma vantagem econômica, reduzindo a frequência de limpeza dos bueiros, além de evitar enchentes. Os cestos coletores já estão presentes em várias cidades do País. O projeto de Marçal deve entrar para votação na Câmara até o mês que vem.