Gestão de Daniela corta gastos, privilégios e devolve R$ 12,5 milhões aos cofres públicos

30/01/2019 11h36 - Por: Assessoria

 
Daniela recebeu homenagens em sessão solene na última terça-feira (Foto: Thiago Morais) Daniela recebeu homenagens em sessão solene na última terça-feira (Foto: Thiago Morais)

Frente a Câmara Municipal e Dourados, a vereadora Daniela Hall (PSD) economizou mais de R$ 12,5 milhões do dinheiro público, entrando para a história do Legislativo como a gestora que mais cortou gastos.

Em discurso de despedida do cargo em sessão solene na noite de terça-feira (29) a vereadora disse que mesmo na pior crise econômica vivida pelos municípios brasileiros, a Casa de Leis de Dourados fez boa gestão dos recursos públicos nos últimos dois anos e conseguiu "fazer mais com muito menos". Em 2017 a Câmara economizou R$ 6 milhões, enquanto em 2018 esse número saltou para R$ 6,5 milhões; dinheiro que foi devolvido aos cofres públicos.

Antes da gestão de Daniela, os valores economizados pela Câmara foram de R$ 4,3 milhões em 2016, R$ 3,6 milhões em 2015, R$ 2,6 milhões em 2014 e R$ 340 mil em 2013. Mesmo a Câmara recebendo valores menores, se levar em conta a porcentagem de devolução realizada, a gestão de Daniela, foi a que mais economizou. Foram 25% do orçamento devolvido contra uma média de 15% nos anos anteriores.

Para Daniela Hall, a política de cortes de gastos que adotou desde quando assumiu a presidência, mostrou que é possível cortar "desperdícios", "privilégios" e respeitar o dinheiro público. Prova disso foi a melhoria significativa no Portal da Transparência, a implantação da Ouvidoria, serviço em que a população tem acesso direto para denúncias, além da implantação do Ponto Eletrônico por meio da Biometria para todos os servidores. Daniela também ressalta que a economia em nada afetou o bom andamento da Casa de Leis. Segundo ela, somente no ano de 2018, a Câmara apresentou 134 projetos de lei, 28 projetos de lei complementar, 73 projetos de decretos legislativos, 06 projetos de resolução, 629 requerimentos, 2.587 indicações, 268 moções, 44 sessões ordinárias e 12 audiências públicas.

Em relação as reduções nos custos, Daniela Hall destaca que elas aconteceram em todos os setores, diminuindo pela metade os valores. "O primeiro passo foi fazer um pente-fino em todos os contratos e cortar aquilo que era desnecessário. Também conseguimos renegociar os valores e reduzir o que era cobrado anteriormente. Somente num contrato conseguimos reduzir o valor em mais de R$ 10 mil por mês. Depois elaboramos um plano de metas de redução que contou com a colaboração de todos os gabinetes. Buscamos fazer uma gestão transparente e responsável, em que cada centavo do dinheiro público foi investido devidamente em retorno a população. O agente público precisa se conscientizar que esse dinheiro não é da Câmara, não é dos vereadores e não é da Prefeitura. Ele é do povo e para o povo deve voltar através de melhorias", destaca Daniela.

Ao desejar êxito ao novo presidente da Câmara Alan Guedes, Daniela também agradeceu. "Nesse momento em que encerro minha função a frente dessa Casa, quero agradecer a Deus pela missão que me confiou nesses últimos dois anos. Agradeço ainda a cada cidadão que, de alguma forma, contribuiu nesses dois anos com nossa Dourados. Acredito na boa política, na transformação social através da luta e da coragem para mudar nossa cidade para melhor. É com esse desejo que continuarei o meu mandato", finaliza.