Cido Medeiros solicita retirada de lixões clandestinos em corredor entre os jardins Carisma e Vitória

21/09/2017 07h19 - Por: Assessoria

 
 
O vereador solicitou ainda a instalação de placas informando que jogar lixo em vias públicas é considerado um crime ambiental / Foto: Assessoria 

O vereador solicitou ainda a instalação de placas informando que jogar lixo em vias públicas é considerado um crime ambiental / Foto: Assessoria

O vereador Cido Medeiros (DEM) solicitou à administração municipal a retirada de um lixão clandestino, localizado em um corredor que serve de passagem entre os jardins Carisma e Vitória, dando acesso ao Porto Belo. Ele indicou ainda que seja instalação de placas informando que o ato de jogar lixo em vias públicas é considerado um crime ambiental previsto na Lei nº 9.605 de 12 fevereiro de 1998.

"O crescimento de lixões clandestinos em Dourados tem me preocupado muito. Tenho constatado diversos pontos em várias regiões da cidade que contam com descarte irregular de resíduos e que alguns deles até são limpos de vez em quando, porém, a população torna a jogar lixo nesses locais ou nas proximidades", pontuou.

Cido Medeiros contou que esteve visitando o local citado e encontrou itens como sofás, banheiras, máquinas de lavar, materiais plásticos, fraldas, monitores, resíduos orgânicos e garrafas que ficam espalhados e atraem insetos.

"O odor é forte naquele local que contam ainda com descarte de animais mortos. Enquanto não se define ecopontos na cidade os lixões afloram por todos os lados", enfatizou.

O vereador disse ainda que às margens da MS-156, próximo ao Trevo da Bandeira, também se encontra com um grande acumulo de lixo, contendo desde restos de construções, carcaças de televisores e computadores, galhos, restos de mobílias e até animais mortos.