Carlito do Gás pede abertura de Postos de Saúde até as 22 horas

17/04/2018 07h25 - Por: Assessoria

 
 
Vereador quer que medida se estenda às farmácias dos postos / Foto: Thiago Morais
Vereador quer que medida se estenda às farmácias dos postos / Foto: Thiago Morais

O vereador Carlito do Gás (PEN) defendeu, durante a sessão realizada no dia 9, na Câmara de Dourados, a abertura até às 22 horas de todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município.

Carlito também apontou como uma medida que facilitaria a vida dos usuários. O funcionamento todos os dias, em horário concomitante aos dos Postos, farmácias públicas, como é o caso da que será instalada na UBS do Bairro Jóquei Clube, que atende também os bairros adjacentes, como Vila Valeres, Rincão I e Rincão II, Sol Nascente, Jardim Santa Felicidade, Estrela Verá e outros.

O vereador aproveitou para comemorar a reforma do posto do Jóquei. As obras foram determinadas após o representante da região na Câmara de Dourados levar o secretário municipal de Saúde Renato Vidigal, à unidade de saúde para que ele constatasse in loco as precárias condições das salas.

"Nossa proposta visa que os usuários do SUS (Sistema Único de Saúde), que trabalham durante o dia possam ser atendidos à noite. No que tange ao funcionamento todos os dias da semana da farmácia, também até às 22 horas, trata-se de possibilitar que os usuários possam obter os medicamentos prescritos ato continuo à consulta", explicou Carlito, lembrando que já há postos de saúde que funcionam em horário estendido e a medida é elogiada pelos usuários.

Carlito ponderou que a abertura das farmácias todos os dias da semana, concomitante com o horário de funcionamento do posto, trata-se de uma política de gestão de fácil operacionalização, vez que basta para isso designar um servidor.

"O cidadão precisa ter sua vida facilitada e serviços essenciais, como o de saúde, precisam ter um olhar diferenciado no que tange a horários. Se levar em conta que ao oferecer o atendimento em horário estendido até às 22 horas nos postos de saúde, evita-se a lotação da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e do Hospital da Vida, que ficam liberados para atendimentos mais complexos", avaliou Carlito, lembrando que muitos casos podem ser resolvidos nas próprias UBS, evitando deslocamentos desnecessários até as duas unidades de saúde (UPA e Hospital da Vida). (Da assessoria parlamentar)