Audiência sobre prevenção e tratamento contra drogas acontece hoje na Câmara

25/08/2017 07h10 - Por: Assessoria

 
 
O evento irá discutir a legalidade de inserção da dependência química como disciplina curricular / Foto: Eder Gonçalves  

O evento irá discutir a legalidade de inserção da dependência química como disciplina curricular / Foto: Eder Gonçalves

De proposição do vereador Junior Rodrigues, acontece nesta sexta-feira (25), no Plenário da Câmara de Dourados, a audiência pública "Drogas: Quem não previne, trata". Com palestra do juiz federal Odilon de Oliveira, o evento discutirá se a disciplina sobre a prevenção da dependência química entrará no currículo das escolas municipais.

Para o vereador, é de extrema importância debater ações com a sociedade. Dourados, por ser uma cidade próxima à fronteira com o Paraguai, acabou se tornando rota para o tráfico de drogas, o que contribui para jovens consumirem entorpecentes.

"Essa audiência tem um papel fundamental para a sociedade douradense. Serão discutidas políticas públicas para a prevenção e o combate das drogas na nossa cidade, visando principalmente os jovens, que cada dia se envolve mais com as drogas. Ela também busca a atenção das autoridades no município", enfatizou.

Junior Rodrigues lembrou ainda que a discussão, sobre o tema como disciplina curricular, é uma forma de educar, o quanto antes, crianças e jovens sobre os males dos entorpecentes, levando o conhecimento para eles, o que auxiliará na prevenção e combate.

"Conforme levantamento feito, ao longo dos últimos anos o nosso município teve um aumento do consumo e apreensões de drogas. Infelizmente não houve uma mudança correspondente no vigor das políticas públicas que pudesse, minimamente, atenuar o impacto com isso, a intenção da audiência é direcionar caminhos que possam auxiliar na prevenção e combate", pontuou.

Evento

Audiência pública com o tema ‘Drogas: Quem não previne trata’, será realizada no Plenário da Câmara de Dourados às 19h. O evento é aberto a toda a sociedade, autoridades policiais, educadores entre outros e contará com o juiz Odilon de Oliveira como palestrante.