Entrevista: Pedro Pepa, 1º secretário

Quem é Pedro Pepa?

Pedro Pepa (DEM) iniciou sua vida em Dourados como feirante. Posteriormente se tornou comerciante na região da Vila Rosa e Vila Índio. Foi presidente da Associação de Bairros da Região da Vila Rosa e Vila Índio e presidente do núcleo social do Rotary, desenvolvendo projetos na área de capacitação, segurança e valorização das mães, pais, crianças e terceira idade, prática de esportes e desenvolvimento, ações que desenvolvem até hoje. Foi conselheiro municipal de saúde.

Em 2012 elegeu-se vereador. Desde então luta por melhorias na cidade de Dourados, encaminhando proposições e atuando como interlocutor dos interesses da população.

Na gestão passada exerceu na Câmara a função de presidente da Comissão de Saúde e Higiene. Em 2016 se reelegeu e hoje é o atual 1º secretário da Mesa Diretora.

Como se sente continuando a fazer parte da Mesa que Diretora da Câmara de Dourados, agora como 1º secretário?

A função na Mesa Diretora só aumenta a responsabilidade, pois temos a missão de continuar um bom trabalho, da mesma forma que vem sendo feito nos últimos anos. Na gestão passada fui 2º secretário e agora sou 1º secretário. Isso requer mais dedicação ainda. Trabalharei com a melhor boa vontade para que a nossa Câmara continue muito bem gerida.

Quais as suas principais propostas de trabalho como secretário para o biênio 2017/2018?

Queremos marcar nossa administração nesse biênio aproximando a população dos trabalhos legislativos. Queremos trazer o povo para participar mais das ações da Câmara, afim de que todos tenham conhecimento do que acontece na Casa do Povo. O que é feito aqui reflete diretamente na melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Como vereador, como pretende desenvolver o mandato e quais suas linhas de atuação?

Nosso trabalho continuará firme e atuante, principalmente com foco na melhoria no atendimento das pessoas na área da saúde. Esse é um trabalho ininterrupto que temos feitos há anos. Carregamos essa bandeira, por mais pesada que seja, porque acreditamos que gradativamente estamos contribuindo para melhorar a saúde em Dourados. E vamos vencer. O reflexo disso é a luta pela construção do Hospital Regional, cujas obras serão retomadas em breve.

Como tratará a relação do Legislativo com o Executivo?

Para mim a relação entre o Executivo e o Legislativo deve ser da forma mais republicana que existe: independentes e harmônicos entre si. Todos os projetos devem ser colocados em debate no campo das ideias, conforme sempre tenho dito em meus discursos. A eleição da Mesa Diretora foi um ato democrático, uma disputa interna que acabou no dia 1º de janeiro. Agora todos somos vereadores iguais na luta pelo melhor para a sociedade. É isso que deve prevalecer.